Bomumor S.A – Uma empresa bem humorada Artigos, Estresse, Qualidade de Vida, Saúde

Durante um longo tempo o trabalho foi considerado um item obrigatório na vida das pessoas enquanto a diversão era algo ligada apenas ao lazer e ao tempo livre dedicado às outras áreas da vida que não a profissional.

Nos dias de hoje já é sabido e comprovado que ambientes de trabalho podem gerar altos índices de estresse e que, independentemente de suas causas, acabam levando o colaborador a sentir que o seu trabalho é, em realidade, uma fonte de sofrimento e que pode ser o responsável pelo aparecimento de doenças físicas e mentais.

Tecnologia e tudo que é tangível são apenas atores coadjuvantes no palco corporativo. Também importantes, mas cuja importância não se compara à dos atores principais.

E para que a trajetória das pessoas, e também a da empresa, siga sempre em alta, nada mais lógico do que investir em duas frentes: na saúde do ambiente de trabalho e na saúde das pessoas.

Talvez por isso, os gestores já acordaram para o fato que colaborador é GENTE, PESSOA, gente que pensa, gente que faz, que ri, que chora, que produz, que vende, que inova, que faz a empresa crescer e ter lucro, gente que constrói o sucesso da corporação… GENTE, PESSOAS! E, para mais, também já se conscientizaram que cada colaborador é um indivíduo, indivisível, único e que possui corpo, mente e alma.

Gestores que possuem plena consciência deste fato farão o possível e o impossível para transformar o local de trabalho no segundo lar do colaborador. Um ambiente onde sua felicidade e sua motivação constantes se transformam em produtividade e lucro e onde todos ganham.

Isto inclui vários itens, sendo alguns deles o mobiliário, a iluminação, sistemas anti-ruído, adaptações para colaboradores portadores de necessidades especiais, etc. Além disso, o ambiente deve propiciar uma relação entre todos os colaboradores baseada na confiança, no respeito, na ética, no perdão e na transparência.

Tudo isso torna o ambiente mais harmônico, mais equilibrado, mais leve, mais saudável, mais criativo, mais solidário, mais descontraído, e, sem dúvida, deixará as pessoas mais engajadas, mais comprometidas, mais produtivas e mais felizes. A pessoa aumenta sua auto-estima, sente-se mais reconhecida, mais valorizada e, na manhã de uma segunda-feira, certamente irá exclamar:

– Oba! Vou trabalhar!

Em vez de:

– Tenho que ir trabalhar.

Foi-se a época onde ambientes que mantinham colaboradores estressados apresentavam alta produtividade.

Empresas que possuem um ambiente e um rol de ações focadas em qualidade de vida – compreendida de uma forma holística – geram motivação extra, a qual se tornará uma mola propulsora para o sucesso da corporação.

São empresas com esta visão que acabam entrando no rol das melhores para se trabalhar.

Uma ação que certamente contribui para um ambiente de trabalho saudável é a prática do bom humor e do riso, embora mantê-los em ambientes desagradáveis pode ser mais um desafio a ser vencido.

Uma pesquisa realizada por Marco Sampietro, da Universidade de Bocconi (Milão, Itália) com 1860 colaboradores da Itália, Grã-Bretanha, França, Rússia, Alemanha, Estados Unidos e Japão, mostrou que 98% deles usam o bom humor no trabalho e 99% o apreciam.

Afirma o autor que “líderes bem humorados fazem seus liderados rir, e assim conseguem fortalecer sua imagem e exercer a liderança de forma eficaz. Ambientes que permitem e facilitam o humor entre as pessoas são ambientes mais sadios e com índices diminuídos de estresse”.

Entretanto, o autor também lembra que “o bom humor pode diminuir a percepção de riscos e, quando a situação for mais crítica, é melhor deixá-lo de lado”.

E que vantagens a prática do riso e do bom humor traz para o ambiente de trabalho? Inúmeras pesquisas têm demonstrado que ambientes bem humorados apresentam muitas vantagens. Algumas delas são:

  • propicia melhoria nas relações interpessoais;
  • aumenta a união dos componentes da equipe, facilitando o trabalho em grupo;
  • propicia decisões mais criativas;
  • eleva a solidariedade entre os colaboradores;
  • maior facilidade na resolução e diminuição de conflitos;
  • favorece uma maior fluência de idéias;
  • estimula a criatividade;
  • eleva a produtividade;
  • melhora a atenção e a concentração;
  • favorece o aprendizado;
  • maior disposição para enfrentar os desafios;
  • diminui o estresse, a tensão e a ansiedade;
  • diminui a fadiga;
  • aumenta a motivação;
  • eleva o índice de satisfação no trabalho;
  • desenvolve a resiliência;
  • favorece o crescimento pessoal;
  • aumenta a auto-estima.

Talvez o maior desafio esteja em estabelecer o limite entre o bom humor e a falta de bom senso.

Uma piada, um trocadilho, um comentário engraçado, uma brincadeira, feitos na hora certa certamente produzirão o riso e a descontração. Entretanto, quando ocorre o mesmo em momentos inoportunos ou com a pessoa errada, certamente isto poderá “queimar o filme” do interlocutor.

Saber estabelecer este limite é a grande “sacada” dos ambientes bem humorados.

São nestes ambientes onde se encontram os colaboradores mais felizes, independentemente do cargo ou da função ocupados.

Sem dúvida alguma, a prática do bom humor é característica de empresas saudáveis.

E a sua, ou onde você trabalha, é uma empresa saudável?

Luiz Roberto Fava

Autor: Autor: Luiz Roberto Fava

Especialista em Endodontia, palestrante de Qualidade de Vida Integral.

Bomumor S.A – Uma empresa bem humorada
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Últimos Comentários

  1. Marcos Antonio do Carmo

    Dr. Fava,

    Parabèns pelo artigo, é isto mesmo. Saí da minha empresa anterior pois o ambiente era muito pesado, achava que nunca mais iria ser feliz em outra empresa, e vejam só, hoje trabalha na NEXTEL e estou muito feliz e minha produtividade esta cada vez melhor. Isto eu posso afirmar na prática.

  2. Luiz Roberto Fava

    Cara Sylvia,
    Grato pela sua participação.
    Felizmente iniciamos nossa vida chorando: quando nos dão o primeiro tapa (ao sairmos do útero materno) para inciarmos a Vida com a respiração.
    Para mim, este tapa foi importantíssimo, porque depois descobri o humor, sua importância e seus benefícios.
    E fui além, escrevendo o e-book.
    Abraços,
    Fava

  3. Morgado de Sousa

    Bom dia

    Gostei muito do seu artigo porque tive a oportunidade de passar ao longo dos 35 anos de carreira, pelas diversas situações (empresas bem e e mal humoradas).

    Mais do que no passado, hoje, e perante as adversidades deste mundo global em que nos encontramos, serão concerteza as empresas cujos colaboradores dizem à segunda feira:
    “- Oba! Vou trabalhar!”
    que mais fácilmente irão sobreviver.

    Cumprimentos Portugal (Porto)
    Morgado de Sousa

  4. Luiz Roberto Fava

    Caro Morgado,
    Grato pelo seu comentário e participação.
    E por saber que você compartilha com as minhas idéias.
    Bom humor só traz benefícios. Para o corpo, para a pessoa e para a organização.
    Quando será que os gestores de pessoas e os de qualidade de vida vão se aperceber disso?
    Abraços,
    Fava

  5. Ademerval Amaro da Silva

    Bom Dia,Fava.
    Gostei muito do artigo.A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive.”O BOM HUMOR NOS SALVA DA MÃO DO DOUTOR”
    Um Abraço.

  6. Edson Lemos

    A Ciência já comprovou que bom humor é sinal de inteligência, constatando um QI mais elevado em indivíduos bem humorados. Além disso, o bom senso sugere que o bom humor encurta distâncias, senão vejamos:
    O mau humor irrita os interlocutores, que perdem tempo tentando se acalmar – e, consequentemente, recuperar condições de raciocinar novamente e, então, solucionar o problema em questão.
    Abraços.

    Edson Lemos.

  7. Luiz Roberto Fava

    Caro Edson,
    Concordo plenamente com seu comentário.
    Cito como exemplo as torcidas organizadas que combinam brigar entre si com dia e hora marcada.
    Será que estas pessoas são bem humoradas? Poderão elas chegar a cargos executivos?
    Ou será que agindo assim perdem tempo, não evoluem e depois ficam reclamando que o Universo conspira contra elas?
    Qual será o QI de pessoas assim?
    Abraços,
    Fava

  8. Neuza

    Dr. Fava

    Existem dois lugares,considerado um santuário, pelo menos deveria ser, um nossa casa e local de nosso trabalho.É importante que eles sejam ambientes agradáveis tanto para nossa saúde física, mental e espiritual.Portanto,bom humor é fundamental como você diz.
    Parabéns pela obordagem do tema.
    Abraços

Deixe um Comentário