Construir Mudanças para Realizar o Futuro (Parte II) Artigos, Crescimento Pessoal

(continuado da Parte I)

1 – Identifique o objetivo. Tenha a visão do alvo.

Inicialmente, identifique seu objetivo, aquilo que você quer alcançar, onde você deseja chegar.

Definiu seu objetivo? Então, agora, faça as seguintes perguntas:

  • É realmente o que eu quero? Não vou me arrepender depois?
  • Irei alcançá-lo? Quando?
  • Estou preparado para alcançá-lo? Tenho os aportes físicos, emocionais e financeiros para enfrentar a jornada?
  • Estou preparado para enfrentar os problemas que, certamente, terei que me defrontar? Tenho alternativas ou um plano B?

A visão antecipada do objetivo, do alvo, funciona como uma mola propulsora para que saiamos de um estado inercial. A isto se dá o nome de otimismo, isto é, acreditar que alguma coisa dará certo. E, ao alcançá-lo, sentiremos o que significa prazer, vitória, sucesso.

Por exemplo: quero emagrecer 30 quilos.

Consciente deste objetivo, iniciar por onde? Procurar um médico? Um nutricionista? Deixar de comer doces e massas? Não ir à fast foods? Ter uma alimentação saudável e balanceada? Qual? Praticar exercícios físicos?

Deve-se ter em mente que para alcançar um objetivo, muitas vezes necessitamos da ajuda de outras pessoas. Veja quem pode lhe ajudar: familiares, amigos, colegas de trabalho, outros profissionais, etc.

2 – Eu e o objetivo, agora, somos um;

Não existe outra palavra existe traduza de forma inconteste esta união que não seja entusiasmo.

Esta palavra, de origem grega, é a junção de três sílabas: en, prefixo que significa dentro; Theos, que significa Deus; e, asm, que significa ação. Portanto, entusiasmo significa Deus dentro de nós em ação.

Uma pessoa entusiasmada é uma pessoa animada (com alma), é aquela que possui uma energia capaz de transformar, de fazer com que tudo dê certo, é aquela que acredita em si mesma. É aquela que, para os gregos, estava possuída por um de seus deuses e, por isso, capaz de fazer coisas extraordinárias.

Para Keith Harrel, entusiasmo é uma característica extremamente poderosa que é responsável por:

  • dar à pessoa a capacidade de acordar cedo pela manhã, mesmo que ela não goste;
  • permitir que a pessoa continue trabalhando em um projeto difícil sem desistir;
  • fornecer a coragem necessária para assumir os riscos inerentes do sucesso;
  • alimentar a motivação para fazer com que a vida aconteça;
  • abrilhantar a personalidade;
  • combater o medo e as preocupações;
  • diferenciar os vencedores daqueles cujo desempenho é apenas regular;
  • ser aquele “fogo interior” que está sempre lhe dizendo: “não fique aí parado”;
  • ser o meio que mostra seu empenho e determinação em fazer aquilo que você acredita e que está motivado em fazê-lo; e,
  • junto com suas atitudes positivas, constituem ingredientes indispensáveis do seu sucesso.

O entusiasmo leva a pessoa a ter um profundo grau de engajamento, de comprometimento tal, onde foco e perseverança se tornam materiais essenciais para a construção das mudanças e do seu caminho.

Foco significa direcionar todas as suas forças (físicas, mentais e espirituais) naquilo que estamos buscando e desenvolvendo. Para isso, lembre-se do ditado hindu: “põe todo o teu ser e toda a tua vida naquilo que estás fazendo agora”.

Por citar a palavra foco, lembrei a seguinte estória: um turista passa em uma praça onde está sendo construída a catedral da cidade. Ele se acerca de um pedreiro e pergunta:

– O que está fazendo?
– Estou assentando tijolos. E não vejo a hora de voltar para casa.
Ele se acerca de outro pedreiro e faz a mesma pergunta.
– Estou subindo uma parede. E ainda vou ter que fazer hora-extra.
Um pouco mais a frente, ele faz a mesma pergunta a um terceiro pedreiro.
– Estou erguendo uma catedral. E só vou parar quando escurecer.

Muitas pessoas fazer as mesmas coisas todos os dias. Mas, quando a pessoa está focada e engajada, certamente ela conseguirá atingir seus objetivos de forma mais prazerosa, em menor tempo e muito entusiasmada.

Bem, agora chegou a hora de preparar a bagagem para a jornada. O que colocar dentro da mochila? Coisas importantes como atenção, tolerância, bom humor, disciplina, concentração, energia, ousadia, determinação, coragem, proatividade, criatividade, vigilância, força de vontade, humildade e, acima de tudo, autoconhecimento.

E tudo isso aliado a um alto grau de resiliência e flexibilidade para enfrentar os problemas inerentes da jornada como também as reações das “gabrielas” de plantão: críticas, zombarias, inveja, maledicências, negativismo, raiva, etc.

Aqui, mais um ditado para se ter em mente: “enquanto os cães ladram, a caravana passa”.

Se você acredita que vai conseguir, certamente você irá.

Esteja, isto sim, muito bem preparado (a). E isto inclui conhecer seus próprios limites e seus pontos fracos. Deste modo, você nunca dará o passo maior que a perna e estará pronto para prosseguir dentro do seu próprio tempo com a agilidade necessária, porém sem pressa.

3 – Divida a pizza em pedaços

Quando você vai comer uma pizza, você a coloca inteira no prato? Não, você a divide e vai saboreando pedaço por pedaço.

Da mesma forma devemos dividir nosso objetivo em metas a serem progressivamente alcançadas.

Enquanto o objetivo é a descrição geral do resultado que se deseja atingir, a meta é a quantificação deste objetivo, a descrição detalhada, possível de ser definida e medida em termos qualitativos e quantitativos, define o consultor Jonas Gomes da Silva.

Exemplo: qual o objetivo de um time? Ganhar o campeonato. Mas para ganhar o campeonato (objetivo) ele precisa ganhar as partidas (metas). Não se ganha um campeonato vencendo apenas a primeira partida.

Outro exemplo: preciso emagrecer dez quilos (objetivo) e me proponho a emagrecer dois quilos por mês (metas), em vez de emagrecer os mesmos dez quilos de supetão.

Para caminharmos na construção do nosso próprio caminho e do nosso próprio futuro, devemos ter em mente que as metas devem apresentar as seguintes características:

  • ser específica e estimular a ação
    • Exemplo: poupe dinheiro para viajar nas suas férias. Não apenas poupe dinheiro.
  • ser mensurável, capaz de ser medida
    • Exemplo: vou gastar cinco mil reais na minha viagem de férias. E só tenho mil reais.
  • ser atingível
    • Isto significa não dar o passo maior que a perna. Exemplo: sei que posso poupar X% dos meus ganhos mensais para a minha viagem.
  • ser relevante
    • A meta deve se encaixar dentro das nossas necessidades. Exemplo: vou fazer apenas UMA viagem de férias, portanto não precisarei “me matar de trabalhar” e ganhar um  montante de dinheiro para CINCO viagens de férias.
  • ser previsível
    • Isto significa que a meta deve ter uma data definida. Exemplo: realizarei minha viagem de férias daqui a oito meses.

Estabelecer uma data-limite obriga-nos a mudar nossas atitudes, e fazer com que sejamos mais disciplinados, mais corajosos, mais perseverantes e, acima de tudo, mais entusiasmados.

Entretanto, não deve haver rigidez no estabelecimento das nossas metas. Às vezes vamos ter de recuar um passo para darmos dois à frente. Outras vezes, conforme caminhamos poderemos ampliá-las e, talvez, estabelecer um objetivo maior.

John Maxwell afirma “é sempre melhor olhar para frente e se preparar para o que está por vir do que olhar para trás e se arrepender”.

4 – Os seis estágios dos sonhos

Em seu livro Surpreenda-se com o seu potencial (Ed. Mundo Cristão, 2008), John Maxwell assim descreve os estágios quando temos um sonho capaz de mudar nossa vida;

A – elaboração

É quando o sonho passa pela nossa cabeça. É aquele lampejo que faz você perguntar a si mesmo (a): “será possível?”, “o que pode acontecer se eu fizer?”

B – Visualização

É quando se começa a ficar entusiasmado e a falar sobre ele. É quando começamos a nos “ver” dentro dele. Exemplo: o sonho é ter um carro novo. Neste estágio nos imaginamos dentro deste carro, dirigindo-o, indo a lugares, viajando,…

C – Engajamento

Aqui é o estágio de “comprar a idéia”. A pessoa se engaja e decide “pagar o preço”.

Entretanto, é neste estágio que as pessoas que não querem mudar, qua não querem ter uma atitude para seguir adiante, desistem. E passam a inventar justificativas como: “não vou conseguir”, “não vai funcionar”, “não tenho as competências necessárias”, ou seja, não “compram” a idéia e acabam lutando contra ela.

É preciso muito esforço, pois não se derrubam gigantes com facilidade.

D – perseguição

Aqui começa- se a querer de tal maneira que o sonho toma conta do nosso Ser. É aqui que eu e o sonho nos tornamos um.

E – Conquista

Neste estágio o sonho é realizado. Você atinge o alvo. Aqui você exclama: “Estou super feliz!”, “É meu!”, “Consegui!”

F – Compartilhamento

O vencedor compartilha seu sonho e sua conquista com outras pessoas. Ao compartilhar com outras pessoas ela as ajuda e as incentiva a buscar seus objetivos.

5 – Receba o troféu

Agora é a hora de receber a medalha, levantar o troféu.

Continue tendo sonhos. Quem sonha, fala pouco e age muito. Diferentemente dos sonhadores, que falam muito e fazem pouco.

Você é o dono da sua vida. E por isso você é o dono do seu sucesso. Mas cuidado, pois você também poderá ser o dono do seu fracasso. Neste futuro que você construiu, você é o seu maior aliado, mas também poderá ser seu maior inimigo.

Tudo só vai depender única e exclusivamente de você mudar, transformar-se e ter novas atitudes.

E se você não estiver disposto a mudar, lembre-se de Chico Xavier, que dizia: “ninguém pode voltar atrás para fazer um novo começo, mas qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”.

Luiz Roberto Fava

Autor: Autor: Luiz Roberto Fava

Especialista em Endodontia, palestrante de Qualidade de Vida Integral.

Construir Mudanças para Realizar o Futuro (Parte II)
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Últimos Comentários

  1. Pingback: Objetivos de Mudanças das Pessoas | Fava Consulting

  2. José Roberto Miesbach

    Parece que você está falando para mim! Estou exatamente neste momento de mundaça, em um encruzilhada, tendo que decidir o que quero e para onde devo ir. Por incrível que parecessa, ter mais de uma opção as vezes é pior do que ter apenas uma. Encontrar e ter certeza de qual vai fazer você alcançar seu sonho de forma mais sólida, é uma tarefa muito difícil.

  3. Luiz Roberto Fava

    Prezada Teresa,
    Lidar com pessoas e contribuir para que cresçam e se desenvolvam é um constante aprendizado.
    e quanto mais aprendo com elas, maior é a minha paixão.
    Grato pela suas palavras e sua particiação.
    Abraços

  4. josuel felix de oliveira

    Luiz Roberto Fava, gostei muito de sua explanação, estou preparando uma palestra para jovens com o tema o que pode interomper seus sonhos, quero falar sobre;drogas, gravidez na adolescência,uma escolha errada.Gostaria se possivel uma ajuda, um abraço.

  5. Luiz Roberto Fava

    Caro Josuel,
    Gostaria que você fosse mais específico na ajuda que você precisa.
    Você pode me falar sobre isso no meu e-mail. Eu prefiro.
    Grato por sua participação.
    Abraços,
    Fava

Deixe um Comentário